Reunião dos pescadores esportivos de Ubatã

Página principal


Sexta-feira, 08 de agosto de 2014. Depois da terceira etapa da I Copa Ubatombo de Pesca de 2014 houve um acerto para melhorar e democratizar ainda mais o regulamento e o campeonato. Marcamos uma reunião para o dia 8 de agosto, às 18:30. Na reunião debatamos o regulamento, a forma de se pontuar, a abertura de uma associação e outros por menores.

No início da reunião foi lembrado que para um bom regulamento estamos trabalhando com problemas e soluções, e o que a solução seja melhor para todos e não para um ou um grupo. O regulamento ficou mais duro nas punições como explicarei a seguir:

Itens que desclassificam:
- Pescar antes da prova (modificado na reunião).
- A utilização de boia de cevada ou semelhantes
(modificado na reunião).
- É proibido o uso de engodo de qualquer natureza
(modificado na reunião).
- Entrar na área com peixes válidos.
- Agredir ou importunar os organizadores e realizadores do evento.
- Indisciplina e fraude dos atletas ou acompanhantes.
- Citações descriminantes ou sobressalentes que venha a ferir, incomodar ou incitar outro atleta.
- Portar tarrafa ou qualquer tipo rede (esses materiais deverão ser entregues imediatamente aos fiscalizadores).
- Não fazer a inscrição e participar do evento.

Nesta reunião, foi mantido o uso de isca artificial. Outro assunto debatido foi a abertura de uma associação, com um CNPJ podemos ampliar os patrocínios na ordem municipal, estadual ou nacional. Já a pontuação, que só poderá ser modificado ano que vem, também entrou na palta. Mas, diversas propostas foram analisadas. "Devemos manter uma pontuação justa e que valorize tanto a quantidade de peixes quanto o tamanho do maior peixe na proporção de 50% para cada", cita Ricardo Tavares, um dos organizadores.

A reunião foi descrita como "produtiva" por Humberto Britto. Nesta linha de pensamento podemos tornar a competição e o regulamento mais democráticos. Agora é só esperar pela última etapa da Copa e a reunião do final do ano.

Abaixo curtam as fotos:







Fotos: Frank Barreto/Canoatan.
Texto: Ricardo Tavares.

Página principal